Back to Top
site 7132   hyhy
Quarta, 10 Janeiro 2018 10:18

Prefeitura poderá poupar R$ 8 mil mensais com aluguel de prédio da União

Escrito por Adriano
Avalie este item
(0 votos)

Em passagem pelo Vale do Caí, o Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, foi recebido na prefeitura caiense pelo Vice-prefeito e Prefeito em exercício, Luiz Alberto Oliveira, pelo Secretário Adjunto da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humano, Darci Lauermann, além de secretários municipais e vereadores.


Da Redação

 

Durante a conversa, Terra tratou de três demandas colocadas como prioritárias pelas lideranças locais. A primeira delas foi a proposta que pretende fazer a transferência de famílias moradoras de áreas com risco de enchente em São Sebastião do Caí e Montenegro. “Estamos garantindo em Brasília R$ 10 milhões para as duas cidades criarem projetos habitacionais com esse fim. O objetivo é reduzir os efeitos e os transtornos das cheias nas duas comunidades retirando as famílias de áreas alagadiças.”


O ministro também confirmou o empenho de R$ 1 milhão para obras de pavimentação do acesso ao Santuário Nossa Senhora Aparecida do Sul, no bairro Conceição. “Já temos o empenho de recursos junto ao Ministério do Turismo e agora cabe ao município encaminhar o projeto para sua liberação, o que deve ocorrer no primeiro semestre. O turismo religioso é uma atividade extremamente positiva que deve ser mais explorada também no Vale do Caí”, defendeu Osmar Terra.


Como Vice-prefeito e em exercício do cargo de Prefeito, Luiz Alberto Oliveira colocou para o ministro Osmar Terra a situação do prédio do INSS, que em Caí sedia a agência local do instituto e a Secretaria Municipal de Saúde e da Família. “Hoje pagamos R$ 8 mil mensais de aluguel por um prédio que é completamente ocioso para a União. Por isso, estou pedindo ao ministro o repasse do local ao nosso município”, destacou Oliveira.


Osmar Terra destacou que o INSS é ligado ao seu ministério. “Porém, o INSS tem um caráter peculiar. O instituto é de quem paga a previdência, não é um bem público. Temos uma proposta do governo federal adquirir propriedades do INSS, só que isso não tem prazo para ocorrer. Quando adquirirmos o prédio de Caí, ele será repassado para a prefeitura. O que posso afirmar no momento é que irei encaminhar a cessão de uso do local ao Município de São Sebastião do Caí.”(Foto:Acom)

Lido 442 vezes Última modificação em Quarta, 10 Janeiro 2018 10:22