Back to Top
site 7132   hyhy

Rafael Altenhofen é Vice-presidente do Comitê Caí, representante da UPAN. Ele lamentou a ausência de representante da Prefeitura de Montenegro na reunião do Comitê Caí, realizada na terça-feira, na Câmara Municipal de Montenegro. Ele disse: “Pela segunda vez, num curto período de tempo, o Comitê Caí traz para uma reunião em Montenegro assuntos pertinentes a gestão municipal, incluindo oportunidades de recursos técnicos e financeiros... Hoje, por exemplo, a medição de inundações e o Pagamento por Serviços Ambientais... Antes disso realizamos aqui o Fórum de Saneamento do Caí, onde trouxemos gente técnica para falar de financiamento de projetos e linhas de recursos para o saneamento... Em nenhuma das duas ocasiões a Prefeitura de Montenegro ( que representa uma categoria: Esgotamento sanitário, resíduos sólidos e drenagem, ou seja, não apenas a ela mesma) mandou seu representante... Aliás, nenhum representante da SMMA. Como cidadão de Montenegro, como vou defender a postura dos gestores públicos do meu município junto aos demais municípios e instituições da bacia hidrográfica?”


O GPC entrou em contato com a prefeitura e aguarda um retorno sobre o assunto.

Projeto de Lei do Executivo altera, acrescenta e revoga artigos referentes a progressões, tabela de pagamento de Cargos em Comissão e Funções Gratificadas, Gratificações e outros dispositivos da Lei Complementar n.° 6.228. de 27.11.2015, que dispõe sobre os quadros de cargos e funções públicas do Município; estabelece 0 Plano de Carreira dos Servidores.

 

Da Redação

 

Assim, o servidor que, por forca de novo concurso público dentro do Município, ingressar em cargo de outra categoria funcional será enquadrado na classe inicial desta (Classe A), tendo seus níveis de progressões verticais zerados (formação e aperfeiçoamento), iniciando-se para essas progressões nova contagem de tempo a partir do efetivo exercício no novo cargo.

 

Também a cada cargo se situa dentro da categoria funcional, inicialmente na classe “A" e nível “".0 Cada categoria funcional terá oito classes, designada pelas letras A, B, C, D, E, F, G e H, sendo esta Ultima 3 final da carreira. Os percentuais de acréscimo das progressões serão de 10 (dez), 20 (vinte), 30 (trinta), 4O (quarenta), 5O (cinquenta), 60 (sessenta) e 70 (setenta) para as classes B, C, D, E, F, G e H, respectivamente, não cumulativos, incidente sobre o vencimento da classe inicial da categoria funcional a que pertencer o servidor. A progressão vertical está estruturada apenas em atividades de formação, que incluirão os cursos de ensino regulares reconhecidos pelo MEC. A progressão vertical por formação terá dois níveis, designados como N1F e N2F, com acréscimo de 4% (quatro por cento) quando atingir o N1F e 8% (oito por cento) quando atingir o N2F, não cumulativos, calculados sobre o vencimento da classe inicial da categoria funcional a que pertencer o servidor.

 

A mudança do Nível 1 para o Nível 2 da progressão vertical por formação também deverá obedecer ao intervalo de 05(cinco) anos, desde que cumprida a escolaridade exigida.

 

Para fins de enquadramento na progressão vertical por formação dos servidores concursados ocupantes dos cargos públicos do Município, em exercício na data da vigência desta Lei, será considerado apenas o tempo de serviço já exercido na categoria funcional que ocupa atualmente na condição de servidor público de provimento efetivo, desde que cumpridas as demais exigências e mediante requerimento do servidor."

O Vereador lamentou que a Prefeitura Municipal de Montenegro tenha alterado o sistema de transporte escolar para o interior, aumentado o número de “ carros pesados”, ônibus, no lugar de Kombis e Topics. Segundo ele, isso causa um enorme prejuízo, pois os riscos desses novos veículos tombarem, nas estradas do interior, é grande.


Da Redação


Na Tribuna, Valeci tem sido uma espécie de “voz do interior”. Em todas as sessões, ele, que dificilmente usava esse espaço, tem levantado problemas nas estradas do interior. Segundo ele mesmo diz, são dezenas de áudios e fotos que vêm dos próprios moradores de regiões como Alfama, Bom Jardim e outros.


Nessa semana, ele concedeu entrevista à JPTV e criticou a atual administração. Segundo Valdeci, foi infeliz a ideia de usar mais ônibus para o transporte escolar para o interior. “ Esse tipo de carro é muito pesado e, em algumas estradas, vai ter muita dificuldade de passar. Recentemente um desses ônibus caiu e assustou muitas crianças”, disse. Ele afirma ainda que muitas crianças estão chegando atrasadas em sala de aula por causa do transporte. “Eu sei de casos em que os alunos nem foram para a aula”, adiantou.


A Secretaria Municipal de Educação e Cultura, responsável pela coordenação do transporte escolar, informa que nos próximos dias, em parceria com outras Secretarias do Executivo Municipal, ocorrem intervenções junto a estradas do interior. O motivo que antecipa os trabalhos, projetados para a realização ao decorrer dos dias, foi a dificuldade encontrada na manhã de segunda-feira ,25, por dois veículos escolares na localidade de Alfama. No local, o transporte escolar teve dificuldade no trajeto em função das condições climáticas apresentadas nas últimas horas.


A prefeitura informa ainda que “o caso, ímpar e que resultou em parciais atrasos de alguns alunos, foi único entre as mais de trinta linhas diárias que compõem o cronograma de transporte escolar da rede municipal de ensino de Montenegro. Segundo a SMEC, nenhum aluno perdeu o dia letivo em virtude do ocorrido”.(Foto: Valdeci de Castro)

Terça, 26 Fevereiro 2019 11:24

Melhoramentos em três cruzamentos da Rua Ramiro Barcelos

Escrito por

As intervenções tem um investimento de R$ 283.733,20 sendo R$ 243.750,00 oriundos do Governo Federal, através do Ministério do Turismo e, o restante R$ 39.983,20, referentes à contrapartida da Administração Municipal. Ao todo, são três cruzamentos da Rua Ramiro Barcelos que serão revitalizados nesta nova etapa. A Secretaria Municipal de Obras Públicas é quem coordena os trabalhos de revitalização, executada pela empresa Macrosul Construções Ltda. O prazo para entrega da obra é de 3 meses, após seu início. A medida prioriza amenizar a configuração atual diminuindo conflitos e riscos inerentes de acidentes, tornando o eixo em Tráfego Amigável, assim como a criação de espaços de vivência e cidadania.(Foto:Acom)

Segundo dados fornecidos pelo Vereador Cristiano Braatz, o Von, o setor de Emergência do Hospital Montenegro atendeu, somente em 2018:
695 pessoas de Brochier
3.598 pessoas de Capela de Santana
497 pessoas de Maratá
30.409 pessoas de Montenegro
1.328 pessoas de São Sebastião do Caí
2.119 pessoas de Triunfo
Segundo Cristiano, a Prefeitura de Triunfo, por exemplo, repassa um valor mensal de R$ 10 mil. “ É um absurdo um valor tão baixo para um município que tem a quarta renda per capita do pais”, disse.(Foto:Acom Câmara)

Terça, 26 Fevereiro 2019 11:03

Incêndio com morte no Bairro Ferroviário

Escrito por

O incêndio aconteceu na Rua Independência e teve duas vítimas fatais: um rapaz de 22 anos e uma adolescente de 14 anos.
Uma das vítimas ainda não foi identificada. Os bombeiros atenderam a ocorrência.(Talis Ferreira)

Segunda, 25 Fevereiro 2019 11:39

Prefeito passará a receber R$ 16.075,43

Escrito por

Foram votados, na semana passada, os projetos da revisão de subsídio dos vereadores, prefeito e secretários municipais, que terão um reajuste de 3,43%, também correspondendo à variação do INPC em 2018. Não está previsto o aumento real de 0,74%, concedido às demais categorias. Para o Chefe do Executivo, o salário passará para R$ 16.075,43; secretários municipais: R$ 7.016,77.(Foto: Mapio)

Segunda, 25 Fevereiro 2019 11:36

Incêndio no depósito de compostagem da Ecocitrus

Escrito por

Os bombeiros de Montenegro foram acionados na manhã de domingo para apagar incêndio na Cooperativa Ecocitrus, às margens da RSC 287, em Montenegro, em depósito de compostagem. Ninguém ficou ferido e o incêndio foi controlado.

O fato aconteceu na noite de sábado. Uma guarnição da Brigada Militar foi acionada por populares, pois havia a informação de que uma mulher estava próxima da empresa Tanac na beira do rio, pronta para se atirar na água. Rapidamente os policiais se deslocaram até o local, e se deparam com a mulher. Os policias tentavam convencer a mesma a não se atirar. Ela, no entanto, dizia que estava com problemas pessoais e não tinha mais razão para viver. Depois de muita conversa os policiais aproveitaram um momento de distração da mulher e agiram, agarrando-a e retirando-a do local. A guarnição encaminhou a mulher para o hospital para receber tratamento adequado. (Talis Ferreira)