Ciranda da Vida – Fatos pitorescos

  Certa feita lembrei de uma figura folclórica de nossa cidade, o CEZÁRIO BALAIO-BOCÓ. Tracejava pelas ruas, andando alhures, sempre acompanhado do seu cachorro, de sugestivo nome: Kubischek, dado em homenagem ao ex-presidente da república. Ele não conseguia dizer o nome correto. Falava: “vai deitá kubiséqui”. Ele era bom de conversa, falava baixo e pausado. […]

Coisas da vida

(Rosália, o que precisas? Vê lá se te lembras do que faz falta lá em casa…!Papel higiénico? detergente da louça? molas para a roupa… ah, pois era…, e mais um estendal novo… com esta chuva nada seca…)… e enquanto ia pensando no que precisava e passando pelos corredores da loja do chinês já quase a […]