Ciranda da Vida – Caminhos

    “Caminho o meu caminho e nos lugares que passei As pedras no caminho são o pranto que chorei Escondo em minhas mãos, carinhos que eram seus E guardo sua voz no poema do adeus” (Miltinho).   Do ano de 1945, quando fui morar na localidade de Vila Scharlau, nada lembro, pois estava no […]

Ciranda da Vida – Fomos

  UM TEMPO, UM ENCONTRO A DESPERTAR SENTIMENTOS NO VAI-VEM DA VIDA DO IMPROVISO, O AMOR ACONTECE.   Somos seres ao anoitecer da vida, alimentados por lembranças dos acontecimentos ao longo do caminho; fomos peregrinos, repletos de esperanças, profetizando a largueza do porvir. Os que viveram, em plena intensidade, as festas juninas, as fogueiras e […]

Ciranda da Vida – Um tempo de amizades

  Vamos conversar Como dois velhos que se encontraram no fim da caminhada. Foi o mesmo nosso marco de partida. Palmilhamos juntos a mesma estrada (Cora Coralina)  Não faz muito, no centro de Tramandaí, encontrei um cidadão, em quadra de tempo muito semelhante a minha, perguntando se o conhecia. Não me era estranho, mas não […]

Ciranda da Vida – Não sei

    Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo […]

Ciranda da Vida – Fatos pitorescos

  Certa feita lembrei de uma figura folclórica de nossa cidade, o CEZÁRIO BALAIO-BOCÓ. Tracejava pelas ruas, andando alhures, sempre acompanhado do seu cachorro, de sugestivo nome: Kubischek, dado em homenagem ao ex-presidente da república. Ele não conseguia dizer o nome correto. Falava: “vai deitá kubiséqui”. Ele era bom de conversa, falava baixo e pausado. […]

Ciranda da Vida – Fatos a recordar

  “A memória tem raízes profundas Às vezes basta uma palavra, um cheiro E ela nos leva para longe Àquele tempo primeiro” (Goethe)   Era o tempo de guri; nossa casa ficava ao lado do prédio da loja; entre ambos havia uma passagem. O tempo não recordo, imagino 1953. A noite corria calma; na casa […]

Ciranda da Vida – A chuva … enchentes

  É melhor tentar e falhar que preocupar-se e ver a vida passar (Martin Luther King)   Quanto mais leio e pesquiso sobre a história de Montenegro, cada vez mais encaro uma realidade um tanto infeliz. Acontece que nossa memória escrita, dos fatos muito antigos do passado é sumária. A minha vontade de mais saber […]

Ciranda da Vida – Amor platônico

  Um momento de divagação; uma busca interior. O objetivo: A paz de espírito, a amizade e o bem-querer. Um poema de Camões, para aquecer as lembranças e o coração:   Alma minha gentil, que te partiste Tão cedo desta vida descontente, Repousa lá no Céu eternamente, E viva eu cá na terra sempre triste. […]

Ciranda da Vida – Os ciclos da vida

  Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento. (Clarice Lispector).   Na quietude do meu quarto, por vezes, antes de adormecer, remonto aos convívios diários que a internet proporciona através dos aplicativos. Amigos e colegas comemoram a passagem de […]

Ciranda da Vida – No tempo dos Maristas

  Tenha em mente que tudo que você aprende na escola é trabalho de muitas gerações (…) Receba essa herança, honre-a, acrescente a ela e, um dia, fielmente, deposite-a nas mãos de seus filhos (Albert Einstein).   A criançada de hoje é muito avançada. Com três anos de idade, já conhecem a marca de carros […]